25 fevereiro 2010


A vida é simples, nós é que complicamos!

Sherlock Holmes e seu inseparável companheiro Dr. Watson decidiram acampar, e assim que chegaram ao local combinado, montaram sua barraca e, depois de uma boa refeição acompanhada de uma garrafa de vinho, cansados da viagem, deitam-se para dormir.


Algumas horas depois, Holmes acorda e cutuca seu fiel amigo:

- Meu caro Watson, olhe para cima e diga-me o que vê.

Watson responde:

- Vejo milhares e milhares de estrelas.

Holmes então pergunta:

- E o que isso significa?

Watson pondera por alguns instantes, e responde:

- Astronomicamente, significa que há milhares e milhares de galáxias e, potencialmente, bilhões de planetas. Astrologicamente, observo que Saturno está em Leão e teremos um dia de sorte. Temporariamente, deduzo que são aproximadamente 03h15min pela altura em que se encontra a Estrela Polar. Teologicamente, posso ver que Deus é todo poderoso e somos pequenos e insignificantes. Meteorologicamente, suspeito que teremos um lindo dia amanhã. Correto?

Holmes fica em silêncio por alguns segundos, e então responde:

– Watson, isso significa apenas que alguém roubou nossa barraca!



Existem muitas técnicas e metodologias para resolução de problemas, mas em qualquer uma delas, o primeiro passo é conseguir identificar o problema, e esta é uma das maiores dificuldades que enfrentamos com relação a este tema. Algumas vezes por não querermos enfrentar os problemas de frente, e outras por darmos mais atenção às conseqüências do que às causas.


A vida é bem mais simples do que pensamos; nós é que muitas vezes a complicamos.

Comentários
0
Compartilhe

0 comentários:

 
Ricardo Fingolo - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações